Portabilidade de DIDs: quais os cuidados ao mudar de operadora

portabilidade de dids

Tendo em vista que o DID é um número virtual, mas que também deve ser contratado nas operadoras de telefonia, também é possível e permitido fazer a portabilidade de DIDs.

No post de hoje, portanto, você vai saber quais são os cuidados a serem tomados ao trocar de operadora em busca de um melhor custo-benefício, seja para DIDs ou para linhas móveis e fixas.

Mas antes, vamos relembrar:

O que é número DID?

O número DID é também chamado de número virtual ou número nacional DID. É um número que você adquire para ser atribuído a outro número fixo (ou móvel) já existente, para que você pague apenas o custo da chamada local nas ligações.

Por exemplo, se você tem uma empresa em Belo Horizonte, cujo código de área é o 31, mas faz e recebe muitas ligações de São Paulo, que tem o DDD 11, você pode adquirir um número DID com o código de São Paulo, mas ele será atribuído ao seu número de BH.

Na prática, quando você faz as ligações, paga o custo de uma ligação local, e quando a pessoa de São Paulo liga para a sua empresa em BH, ela também paga o custo de uma chamada local.

Você pode ter vários números DIDs de acordo com os códigos de área que mais demandam ligações, barateando a conta de telefone. Isso porque como é um número virtual, ele é baseado na tecnologia VoIP, que utiliza a internet (e não usa cabos de telefone) para realizar chamadas.

Portanto, se você tem um ou vários números DIDs de uma determinada operadora, pode realizar a portabilidade de DIDs para uma nova que ofereça melhor atendimento e condições.

O que é a portabilidade numérica?

A portabilidade numérica (ou portabilidade telefônica) está em vigor no Brasil desde 2009, representando um grande avanço para os consumidores, sejam eles pessoas físicas ou jurídicas.

Na prática, trata-se da migração de um número de telefone de uma operadora para outra operadora, seja para aproveitar melhores condições e melhores planos, sem precisar se desfazer do número.

É possível migrar de fixo para fixo e também de móvel para móvel — não é possível fazer a portabilidade de um fixo para um número móvel e vice-versa.

O passo a passo da portabilidade de DIDs (e dos demais números de telefone)

Solicite o serviço de portabilidade numérica na operadora que você deseja migrar, seja pessoalmente ou por telefone. Lembre-se de que é a sua nova operadora que fará o procedimento.

1- Tenha em mãos os seguintes documentos: nome, RG, CPF, CNPJ (se o número for empresarial), endereço completo, número do telefone e o nome da sua atual operadora. Anote o protocolo de atendimento dessa solicitação.

2-O prazo máximo é de três dias úteis para que a sua nova operadora conclua o processo de portabilidade numérica, cancelando o serviço automaticamente com a antiga operadora.

Cuidados a serem tomados na portabilidade numérica

1-Verifique o custo-benefício da operadora que você deseja migrar

O ideal é que a operadora ofereça, além do número DID, ferramentas tecnológicas para otimizar e profissionalizar o atendimento telefônico da sua empresa. Um exemplo seria a integração desse número a um PABX Virtual, que oferece uma série de recursos que facilita a gestão do call center.

Também avalie o preço, os serviços oferecidos, os recursos incluídos no pacote, o atendimento e o suporte técnico oferecidos por essa nova operadora.

2-Não cancele a sua linha antes de fazer a portabilidade  

Se você cancelar a sua linha, será impossível a nova operadora solicitar e realizar a portabilidade de DIDs ou de qualquer outro tipo de linha telefônica. Então, mesmo que você não esteja satisfeito com a operadora atual, não cancele. Ligue para a nova operadora e solicite a portabilidade.

3-Atenção quanto aos contratos de fidelidade

O ideal é você realizar a portabilidade de DIDs em operadoras que não tenham contrato de fidelidade, o que te obriga a permanecer com um serviço que não esteja satisfeito, sob a pena de pagar multa por cancelamento antes do tempo.

Aqui na FaleMais, por exemplo, os nossos clientes não têm contrato de fidelidade em nenhum de nossos serviços e pacotes oferecidos.

4- A operadora pode te cobrar uma taxa de serviço

Não há proibição legal de a operadora receptora cobrar um valor para realizar a portabilidade — mas esse valor não pode ultrapassar os R$ 4 por solicitação. Fique atento e sempre consulte o regulamento da Anatel, caso haja alguma mudança nesse sentido.

5-Portabilidade de número fixo deve ser na mesma área local

Se você quiser realizar a portabilidade numérica de uma linha fixa, saiba que ela só será possível dentro de uma mesma área local, seja no mesmo município ou na mesma região do código de área.

E então, pronto para fazer a portabilidade de DIDs e tornar os seus números virtuais ainda mais rentáveis para o seu negócio?

Aproveite e confira todas as vantagens que um número 0800 virtual também fornece ao seu negócio. Até a próxima!

 

Número DID: o que é e quais os benefícios para os negócios
6 boas práticas para organizar a gestão de call center e vender mais!

Junte-se a mais de 5000 empresas e receba
nossas dicas exclusivas por e-mail.

Digite seu e-mail abaixo e receba gratuitamente nossas dicas e conteúdos.