Marketing para pequenas empresas: 6 dicas para dar o pontapé inicial

Marketing para pequenas empresas

Não desanime: o marketing para pequenas empresas é totalmente possível de ser feito sem a necessidade de dispor de grandes verbas.

Existem muitas ideias práticas para você dar o pontapé inicial e tornar a sua marca conhecida pelo público que você deseja atingir. Nesse caso, a palavra-chave é planejamento.

Para te ajudar nessa tarefa, separamos algumas dicas importantes. Confira:

1- Entenda como funciona a jornada do cliente no marketing

Bom, em primeiro lugar, você precisa entender como funciona o processo que faz com que o cliente se interesse pelo seu produto e compre-o. No marketing, isso é chamado de jornada do cliente e ela serve como base para o planejamento de todas as suas ações.

Basicamente, essa jornada é composta por 4 etapas:

1-Aprendizado e descoberta: é quando a pessoa ainda não sabe exatamente se tem um problema que precisa ser solucionado, ou, ainda, ela sabe que existe, mas não encontrou uma solução (no caso, a sua empresa).

2-Reconhecimento do problema: é a fase em que o potencial cliente identifica claramente o problema e começa a pesquisar soluções de produtos e serviços para resolvê-los.

3-Consideração da solução: é a fase em que o cliente em potencial começa a analisar as soluções para resolver seu problema, e cabe à empresa criar um senso de urgência para a decisão.

4-Decisão de compra: finalmente, a pessoa se torna cliente de sua empresa ao decidir comprar seus produtos e serviços.

E não para por aí. Depois dessa última etapa, ainda existe a fase de pós-compra, que deve ser focada no encantamento desse cliente, fazendo com que ele se torne fiel à marca e a divulgue de forma espontânea.

2- Faça um bom planejamento de marketing

Marketing para pequenas empresas não funciona sem planejamento — aliás, não funciona para empresa de nenhum tamanho.

E o planejamento se foca em duas vertentes: a primeira delas é você definir os objetivos que você quer alcançar, para, então, traçar as metas que levarão você e seu time a cumpri-los. Faça, por exemplo, um planejamento semestral com o que você quer alcançar nesse período e vá renovando.

A segunda vertente é você definir o seu público, ou melhor, a sua persona, que é feita com base nas características gerais da maior parte dos seus clientes (pode até ser que você tenha mais de uma persona). Somente conhecendo essa persona, seus gostos, interesses, desejos e necessidades é que você conseguirá pensar em ações e estratégias de marketing para chamar a atenção dela. E como se faz isso? Com pesquisas.

3- Crie uma lista de e-mails

Os dados dos seus clientes e dos potenciais clientes são muito importantes para o marketing de pequenas empresas. E nesse sentido, o e-mail continua sendo uma ferramenta poderosa de comunicação com ele.

Você pode desenvolver ações de marketing para enviar ofertas, promoções especiais e ainda dicas importantes sobre os produtos e serviços que você vende, gerando interesse nessas pessoas. Mas não abuse! Estabeleça uma periodicidade de envio que não encha a caixa de entrada da pessoa, pois isso pode se transformar em uma ação negativa.

4- Tenha um site e esteja presente nas redes sociais que o seu público está

Se o seu público está presente nas redes sociais, também esteja presente por meio de um perfil empresarial bem estruturado, gerando conteúdo de interesse dele e promovendo ações que gerem comunicação, tais como enquetes, lives, sorteios, discussões saudáveis, etc. E sempre responda as dúvidas e solicitações.

Quanto ao site, saiba que ele é fundamental nos dias de hoje pelo simples fato de que ele é, de fato, o terreno da sua empresa. Redes sociais são criadas por outras empresas, que de uma hora para outra mudam as métricas e fazem com que as publicações diminuam de alcance orgânico (não pago).

Portanto, uma dica é gerar conteúdo diversificado em seu site e colocar o link das postagens e novidades nas redes sociais – aumentando, inclusive, o número de visitas. Mas não apenas replique, também gere conteúdo inédito e específico ao formato das redes sociais.

5- Aperfeiçoe o atendimento telefônico

O atendimento telefônico continua sendo importante, estratégico e eficiente no marketing para pequenas empresas. Ele deve ser simples, direto e extremamente educado e empático.

Para isso, é necessário que esse departamento esteja bem estruturado para que haja automatização e otimização, facilitando a comunicação com os clientes e potenciais clientes.

Nesse caso, a tecnologia Voip e o uso de um PABX Virtual são sistemas acessíveis a pequenas empresas e que fazem toda a diferença na hora de profissionalizar o marketing no atendimento telefônico. Isso porque eles contam com uma série de recursos e permitem que o cliente tenha um atendimento ágil e o atendente consiga oferecer produtos e serviços da melhor maneira possível.

Para se inteirar melhor desses assuntos, leia esses posts aqui sobre técnicas de vendas por telefone.

6- Não se esqueça das ações locais

Na prática, isso quer dizer que a sua marca deve estar presente em sua região de atuação, e não apenas nas mídias sociais do seu público.

Nesse caso, aposte nas parcerias com empresas locais, participe de eventos, crie ações em PDVs (Pontos de Venda) e crie ações que atraiam o cliente à sua empresa, como, por exemplo, a criação de um programa de fidelidade que garante benefícios aos seus clientes fiéis.

E então, gostou das dicas de marketing para pequenas empresas? Comente quais delas você já utiliza ou pensa em utilizar!

Aproveite e confira como impulsionar os seus negócios de vendas com a tecnologia Voip — outra ferramenta simples, moderna e muito eficiente para a comunicação interna e externa de pequenas, médias e grandes empresas. Até a próxima!

Marketing digital para pequenas e médias empresas: 4 dicas para começar!
O que é API de telefonia e como pode otimizar o resultado das empresas

Junte-se a mais de 5000 empresas e receba
nossas dicas exclusivas por e-mail.

Digite seu e-mail abaixo e receba gratuitamente nossas dicas e conteúdos.