Como manter uma cultura de feedback positivo no seu time?

feedback positivo

Quer inserir uma cultura de feedback positivo na empresa, mas não sabe por onde começar ou como dar continuidade? Então este post é para você.

Não é somente de feedback negativo que vive a empresa, muito pelo contrário. Levando em consideração que o feedback é a principal ferramenta que mede o desempenho dos colaboradores, e que ele traz consequências para a rotina, passar a dar também um feedback positivo faz toda a diferença no ambiente empresarial.

Vejamos os motivos.

O que é a cultura do feedback positivo?

O feedback positivo nada mais é do que aquele que exalta os pontos positivos dos colaboradores, tais como um bom comportamento, uma resolução eficiente de um problema, o cumprimento das metas e tarefas, etc.

Quando a empresa também cria uma cultura de feedback positivo (e não somente de feedback negativo), ela demonstra que observa a jornada dos colaboradores e se preocupa com seus desenvolvimentos. Mais do que isso: ela reconhece quando aparecem resultados positivos, motivando-os a se desenvolverem ainda mais.

Quais são as vantagens da cultura do feedback positivo?

– A equipe passa a trabalhar mais unida e transparente, eliminando pontos de fofocas e ruídos.

Aumento do trabalho colaborativo.

A equipe tem a chance de expressar opiniões e pensamentos entre si e entre seus gestores, o que impede o acúmulo de ressentimentos e mágoas que podem colocar o trabalho em risco, bem como a saúde do profissional.

Cria-se uma cultura de diálogo, prevenindo conflitos e assédio moral. A empresa passa a verdadeiramente ouvir o colaborador e vice-versa.

– A cultura do feedback positivo também contribui para o crescimento e desenvolvimento profissional e pessoal dos colaboradores, evitando ansiedades e inseguranças.

– Estímulo à maturidade e à superação de obstáculos. Os colaboradores aprendem, com o tempo, a lidarem bem com as críticas e transformá-las em algo positivo.

– Viabiliza o reconhecimento do profissional por parte da empresa, o que gera motivação para fortalecer seus pontos positivos e a trabalhar nos pontos negativos.

– A cultura do feedback positivo também dá a oportunidade de a equipe partir para um concreto plano de ação rumo ao cumprimento das metas – com as arestas devidamente aparadas.

Como colocar em prática a cultura do feedback positivo?

1- Faça um planejamento

O primeiro passo para a criação de uma cultura de feedback positivo é o planejamento por parte dos gestores. Reflita sobre a real necessidade da reunião com o colaborador e seja bem específico.

Comece anotando os pontos principais da conversa e apresente exemplos do que será dito, para a completa compreensão do colaborador. Independentemente da intenção do feedback – positivo ou negativo – trabalhe a conversa com base em pontos necessários. E, claro, avise ao colaborador sobre o tema da reunião.

2- Demonstre empatia pelo colaborador, mas seja sincero

Ter empatia significa colocar-se no lugar do outro para tentar entender suas ações e resultados.

Durante a reunião, deixe a pessoa à vontade e explique o real motivo da conversa de vocês. Procure ouvir suas explicações com empatia, mas seja sincero na hora de dar o feedback. O importante é criar uma relação de confiança entre você e o colaborador, mesmo que o feedback seja negativo.

3- Utilize a técnica do SCI

SCI – Situação, Comportamento e Impacto – é um modelo simples que ajuda na orientação do discurso do feedback durante a reunião, no qual:

– Situação é o momento em que você situa com clareza sobre o motivo da reunião e por que o colaborador está sendo abordado. Evite utilizar palavras rígidas, como “nunca” ou “sempre”. Tenha empatia, se for o caso de um feedback negativo;

– Comportamento é o relato das ações do colaborador, citando, se possível, exemplos específicos. Não inclua opiniões pessoais ou generalizações;

– Impacto é o relato das consequências causados pelo comportamento do colaborador, sejam elas positivas ou negativas.

4- Saiba concluir o feedback

Se o feedback for positivo, termine estimulando o colaborador a continuar trabalhando bem e, se for o caso, vale a pena encorajá-lo a apresentar os resultados de seu esforço para a equipe, pois, juntos, todos podem se motivar.

Caso o feedback seja negativo, encoraje o colaborador a resolver a situação e a melhorar os resultados e coloque-se à disposição para orientá-lo se ele precisar.

Não desanime no meio do caminho, mantenha a cultura do feedback na empresa. A médio e longo prazo, os resultados virão e o ambiente de trabalho será mais agradável, colaborativo e focado a resultados – sem deixar o fator “humano” de lado.

Quer aprimorar a comunicação interna da empresa? Então clique aqui e confira os benefícios da tecnologia VoIP, que pode, inclusive, ajudar na cultura do feedback. Até a próxima!

Indicadores de performance: como implementar KPIs no call center
5 passos essenciais para motivar a equipe de vendas

Junte-se a mais de 5000 empresas e receba
nossas dicas exclusivas por e-mail.

Digite seu e-mail abaixo e receba gratuitamente nossas dicas e conteúdos.