Como administrar uma loja: 5 boas práticas para chegar ao sucesso

como administrar uma loja

Saber como administrar uma loja é algo fundamental para se alcançar o sucesso ― e mais do que isso, percorrer um caminho onde se é possível minimizar alguns riscos e evitar certos prejuízos.

Existem muitas boas práticas para administrar uma loja, mas no post de hoje focaremos em 5 delas que são as bases para o bom funcionamento de um empreendimento nos dias de hoje. 

1. Planeje-se (sempre)

A base de todo conhecimento prático para saber como administrar uma loja é, sem dúvidas, ter um bom planejamento, que, aliás, deve ser parte da rotina da empresa.

É na etapa do planejamento que você consegue parar e analisar quais são os seus objetivos a curto, médio e longo prazo em todas as áreas do negócio. 

Existem, pelo menos, três tipos de planejamento que podem ser feitos na loja:

  • Planejamento estratégico, que geralmente é feito pensando nos objetivos a longo prazo (de 5 a 10 anos). Por conta disso, ele não chega a ser muito detalhista, mas, ainda assim, é necessário fazer para que fique mais fácil traçar as estratégias a curto e médio prazos.
  • Planejamento tático, que é traçado para o médio prazo e ajuda a coordenar os trabalhos em cada área da loja (estoque, vendas, financeiro, etc.). Nesse planejamento já se consegue traçar metas para a equipe.
  • Planejamento operacional, que estabelece os objetivos a curto prazo e ajuda a orientar os trabalhos cotidianos em cada setor. 

2. Tenha um capital de giro 

Saber como administrar uma loja também significa ter muita persistência, principalmente nos primeiros anos. Afinal de contas, é comum que no início o negócio não dê lucro.

Mas, mesmo assim, as contas precisam ser pagas, e, nessa hora, ter um capital de giro é essencial para a sobrevivência da loja. 

Portanto, capital de giro é a quantia necessária para manter a loja funcionando dentro de um determinado período de tempo. 

Se em determinadas épocas as vendas diminuírem ou ocorrerem outros contratempos, o capital de giro entra em ação para manter em dia os pagamentos das despesas, evitando que a loja recorra a empréstimos e até feche as portas. 

Na página do Sebrae você pode ter acesso a uma planilha para calcular o capital de giro da sua loja. 

3. Saiba quantas vezes por ano você precisa repor o estoque da loja

Não administrar o giro de estoque é um dos erros mais frequentes dos empreendedores. Por isso, esta é uma boa prática de saber como administrar uma loja.

Giro de estoque é um termo dado ao número de vezes que você vendeu os produtos do estoque e renovou as prateleiras com novos produtos e novas quantidades. Ou seja, os produtos estocados não podem demorar para serem vendidos ― afinal, trata-se de dinheiro parado. 

Vamos a um exemplo prático:

A sua loja de roupas tem um estoque médio de 300 peças e a sua loja vende em torno de 3.500 peças por ano. 

Nesse caso, para saber quantas vezes o seu estoque tem que girar (ser reposto), basta dividir 3.500 por 300 = 11,6 giros ao ano. 

Existem outros cálculos que podem ser feitos para aprimorar o giro de estoque, mas o exemplo acima já te ajuda a ter uma ideia inicial da importância de não deixar produtos parados por muito tempo nas prateleiras.

4. Ter estratégias de divulgação também é uma boa prática de saber como administrar uma loja

Sempre tenha em mente: o ativo mais importante da sua loja não é o produto que você vende ou o dinheiro que você conquista, mas é o seu cliente. Ele é o responsável pela sua loja prosperar.

Nesse caso, dois objetivos principais da loja devem ser atrair os clientes certos e fidelizá-los com um bom atendimento e um bom produto. 

Na prática, são as estratégias de marketing que ajudam nesse processo de encontrar o público específico que tenha interesse em seus produtos, a atraí-los com ações estratégicas e a fidelizá-los com estratégias de encantamento (a tal ponto que ele passa a ser divulgador da sua loja). 

Algumas ações que podem ser feitas:

  • Esteja presente nas redes sociais em que o seu público também esteja;
  • Crie um site e um blog com dicas e informações relevantes para esse público, para que ele veja a sua loja como autoridade do setor;
  • Crie ações promocionais (locais e virtuais) para aumentar as vendas.

Confira aqui 6 dicas de marketing para pequenas empresas para dar o pontapé inicial

5. Invista em tecnologia para aumentar a produtividade da sua equipe

Outra boa prática de como administrar a sua loja vale para todos os tipos de negócio: investir em ferramentas tecnológicas para otimizar o tempo e aumentar a produtividade dos colaboradores.

Não dá mais para ter tarefas manuais e rotineiras se hoje temos acesso a uma infinidade de recursos que tornam o trabalho bem mais simples e deixa que a equipe foque no mais importante: prestar um bom atendimento ao cliente.

Nesse caso, eis alguns exemplos de setores em que a tecnologia faz um belo trabalho junto aos colaboradores:

  • Finanças: softwares de gestão financeira e fluxo de caixa.
  • Controle de vendas e clientes: CRM.
  • Atendimento interno e externo: tecnologia Voip

Bom, e já que esse assunto de tecnologia é uma boa prática importante para saber como administrar uma loja, então complemente esse assunto conhecendo 5 processos que devem ser otimizados ainda hoje em sua loja

Microempresário: o que é e como se tornar um?

Junte-se a mais de 5000 empresas e receba
nossas dicas exclusivas por e-mail.

Digite seu e-mail abaixo e receba gratuitamente nossas dicas e conteúdos.